Arquitetura Ecológica integra meio ambiente a obras e projetos.

Arquitetura Ecológica integra meio ambiente a obras e projetos.

Arquiteto baiano explica como adaptar o conceito para casas e apartamentos.

Oferecer o menor impacto possível à natureza, integrando a arquitetura ao meio ambiente é a proposta principal da arquitetura ecológica. Enquanto o senso-comum defende que criar soluções sustentáveis significa implementar processos de reuso de água ou placas solares em casas e edifícios, algumas soluções simples e práticas podem ser usadas dentro de qualquer apartamento.

 

Seja na escolha do terreno – em casos de construção, no paisagismo planejado ou na escolha dos materiais, a arquitetura ecológica propõe a ocupação do espaço de forma inteligente, harmonizando o ambiente aos aspectos naturais existentes.

 

“Existem muitas soluções simples que podem ser feitas por conta própria e outras que exigirão reformas, como a relocação de alguma porta ou janela. O importante é que podemos ser ecológicos em qualquer lugar, seja casa, apartamento ou ambiente empresarial!”, explica Márcio Barreto, arquiteto e à frente do escritório Arquitetura do Barreto.

 

Pensar de forma sustentável na distribuição dos cômodos, iluminação, ventilação, locomoção e decoração do espaço, já pode ser o caminho para implantar a arquitetura ecológica em casa.

 

“Uma arquitetura bem-feita e executada, diminuirá a necessidade de manutenção, terá um ciclo de vida maior e consequentemente necessitará de menos recurso para o seu uso. Não basta apenas construir eu montar um espaço utilizando soluções ecológicas, ele também precisa ser inteligente no uso contínuo, diminuir os custos de uso no que for possível”, explica Barreto.

 

Referência baiana em arquitetura acessível e ganhador dos prêmios Portobello + Arquitetura, Destaque Sustentabilidade Nacional em 2018, e ambiente destaque nos sete conceitos da Mostra Morar Mais por Menos - edição Salvador 2018, Márcio Barreto propõe adaptações ecológicas que podem ser feitas em casas e apartamentos:

 

1.    Optar por cortinas de tecido gaze sem blecaute no cômodo da sala, traz a privacidade necessária e permite a entrada de luz solar. Desta forma, as luzes não serão ligadas à noite, ou em alguma atividade específica. Uma excelente solução ecológica!

 

2.    O uso de lâmpadas LED também impactará bastante na diminuição do consumo de energia elétrica das residências. Essa mudança pode ser feita de forma muito simples: basta substituir as lâmpadas existentes, não sendo necessário trocar a luminária. Atualmente já existem lâmpadas LED em variadas temperaturas de cor, indicadas para vários usos e ambientes diferentes.

 

3.    Usar plantas na decoração dos ambientes, sejam elas em vasos no chão ou na parede, ajudarão a criar um microclima bem confortável para o ambiente. Cultivar plantas na varanda ajudará a filtrar parte do calor que entraria para a sala, tornando o espaço mais confortável e exigindo menos uso dos aparelhos de ar-condicionado.

 

Para saber mais sobre Arquitetura Ecológica e o escritório Arquitetura do Barreto, acesse o site arquiteturadobarreto.com Para saber mais sobre Arquitetura Ecológica e o escritório Arquitetura do Barreto, acesse o site arquiteturadobarreto.com ou a página do Instagram @arquiteturadobarreto


Foto: Divulgação

 

Share
O Portal SouSalvador.com não se responsabiliza pelas opiniões e comentários emitidos pelos bloguers.
Encontrou alguma informação divergente?
Informe-nos!
.: últimos posts de Alan Martins
Deixe seu comentário