Chris Nolasco com show Sou Negra

Chris Nolasco com show Sou Negra

Trazendo a musicalidade do Recife traduzida em arranjos modernos do jazz, samba, ritmos afro, maracatus e ijexás

Se você está em Salvador e quer sentir a musicalidade do Recife traduzida em arranjos modernos do jazz, samba, ritmos afro, maracatus e ijexás não pode perder o show “Sou Negra” da cantora baiana radicada em Recife, Chris Nolasco, que será realizado no dia 13 de julho (sexta-feira) na Tropos, no Rio Vermelho, a partir das 21h, com ingressos a R$10 e no dia 14 de julho (sábado) a cantora se apresenta no Teatro Sesc Pelourinho, a partir das 19h horas, com ingressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia).No repertório algumas canções do CD “Pele negra”e o Hino da África do Sul (NKOSI SIKELEL' IAFRIKA).

 

“Sou Negra” vai destinar 30% da bilheteria do show no teatro para a ONG parceira Odara - Instituto da Mulher Negra (BA) que realizará uma feirinha de afro empreendedoras no hall do teatro (roupas e acessórios), também terá a participação de um coral formado por mães que perderam seus filhos para violência urbana residentes no bairro Uruguai e participação especial do cantor Fábio Haendel.

 

“O público pode aguardar um show com muita percussão, maracatus, ijexás, sambas entre outros estilos, todos com influência jazzista e arranjos inusitados. Incluí no repertório do show algumas canções do meu primeiro CD chamado “Pele Negra” do qual ganhei o prêmio de melhor cantora de CD cultural em 2011 pela Associação de compositores e intérpretes de Pernambuco (ACINPE)”, revela Chris Nolasco.

 

O projeto “Sou Negra” foi idealizado, criado e elaborado por Chris Nolasco para o edital do Funcultura do Governo do Estado de Pernambuco e será executado pela primeira vez em Salvador. Além de prezar pela acessibilidade, e contar com a participação de intérprete de libras durante todo evento, o show promete encantar o público por onde passar. Após estrear em Salvador o show “Sou Negra” segue em turnê para Recife-PE, São Paulo- SP (29 de julho - Unibes Cultural) e Rio de Janeiro- RJ (27 de julho - Teatro Solar de Botafogo) e João Pessoa-PB.

 

Sobre se apresentar na capital baiana, a artista revela que “essa e a primeira vez em Salvador e estou muito feliz pois nasci em Feira de Santana e somente aos dois anos de idade fui morar em Recife. Tenho um amor especial por Salvador e me sinto abraçada nesta cidade. Sempre tive o sonho de cantar aqui, além de poder sentir a cultura negra tão viva em todas as partes. Por isso eu não poderia deixar de fazer a estréia da minha turnê nesta linda cidade”.

 

A partir de outubro Chris Nolasco e Demétrio Rangel participam do projeto Intercâmbio Cultural Aliança Brasil Bélgica patrocinado pelo Funcultura-Pe, com workshops e shows na Bélgica em parceira com dois violonistas belgas Katrien Van Remortsel eWouterWandenabeele. A proposta é que os artistas belgas também visitem Recife para a realização de workshops e Shows.

 

PROJETO SOU NEGRA

 

A cantora Chris Nolasco como mulher e negra, já conhecendo o trabalho de algumas Instituições com este perfil, escolheu as Instituições: FALA PRETA - Organização de mulheres negras, situada no bairro da Liberdade em São Paulo (SP); Coletivo Mulheres de Pedra e a CRIOLA, fundada em 1992 no centro do Rio de Janeiro (RJ), a ODARA – Instituto da Mulher Negra de Salvador (BA) e a VIALA MUKAJI – Sociedade das mulheres negras de Pernambuco localizada em Santo Amaro - Recife (PE).

 

Dentre os objetivos específicos do projeto estão o estímulo a valorização cultural; Incentivo a expansão da música produzida em Pernambuco; A ideia de envolver crianças, adolescentes, jovens e adultos nas celebrações e discussões sobre temáticas da Mulher Negra e a valorização dos trabalhos realizados pelas ONGs e instituições parceiras através de exposições e apresentações.

 

Chris Nolasco, sempre valorizou sua origem nordestina, afro descendente, e traz em seu trabalho autoral forte influência das manifestações culturais, a exemplo do maracatu e afoxé, misturados ao jazz e samba. À sua afinadíssima e melodiosa voz meso soprano, a cantora alia experiência e apreciação musical, apresentando um repertório que valoriza o universo da música negra.

 

 

 

HOMENAGEM

 

Em abril de 2014 a Câmara dos Deputados, aprovou a proposta do Senado que institui o dia 25 de julho como Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. Sendo aprovada também, a inclusão da data no calendário comemorativo 

Share
.: detalhes do evento

Quando

dia 14/07 às 19h00

Dia da semana

Sexta-feira na Tropos e Sábado no Sesc Pelourinho

Valor

De R$ 10 a R$ 20

Ponto de venda

No local

.: mapa
Datas, horários, valores e atrações podem ser alteradas sem aviso prévio.
Encontrou alguma informação divergente?
Informe-nos!
.: Sou indica
Deixe seu comentário